fbpx

Usinas do Trabalho

Usinas do trabalho

Programa Usinas do Trabalho

O programa Usinas do Trabalho abriu  Edital 2014 para a seleção de empreendimentos. Clique aqui e saiba mais!

Usinas do trabalhoO Programa Usinas do Trabalho, criado em 2007, tem como objetivo principal fortalecer a atuação de instituições sociais que trabalham com o incentivo à geração de renda por meio de pequenos empreendimentos em todo o Brasil. Para participar do Programa, os empreendimentos precisam contar com o suporte de uma instituição social sem fins lucrativos, responsável pela assessoria presencial e pelo acompanhamento de seu desempenho de acordo com a metodologia desenvolvida pelo Consulado da Mulher. As entidades proponentes são avaliadas de acordo com seu histórico de atuação com a comunidade e potencial de geração de renda do projeto.

Como funciona?

Uma vez ao ano, em média, o programa Usinas do Trabalho abre um edital em que instituições de todo o Brasil descrevem seus processos de apoio ao empreendedorismo feminino com o objetivo de, se contemplado, serem capacitados pelo Consulado da Mulher para utilizar a Metodologia de Gestão de Empreendimentos Solidários por meio de Indicadores. Assim, estas entidades poderão acompanhar, avaliar e trabalhar os pontos de desenvolvimento do empreendimento a partir de quesitos como: gestão financeira, gestão ambiental, relações de trabalho, princípios de autogestão e responsabilidade ambiental.

O programa Usinas do Trabalho também doa eletrodomésticos Consul – em sua maioria, refrigeradores, freezers e máquinas de lavar – como incentivo ao início, à ampliação da produção e, consequentemente, ao potencial de geração de renda destes pequenos empreendimentos, que, de outra forma, não teriam como adquiri-los por não possuírem investimento inicial suficiente para manter suas atividades.

Os projetos recebidos são avaliados com base em critérios como o grau de vulnerabilidade social dos empreendimentos, capacidade de assessoria da instituição proponente, orçamento disponível do Consulado da Mulher, número de mulheres beneficiadas pela iniciativa, utilização do eletrodoméstico pleiteado diretamente como meio de produção, idoneidade e confiabilidade da entidade proponente. Também são objetos de avaliação o perfil sócio econômico, a renda per capta familiar e a escolaridade dos integrantes do empreendimento.

A contrapartida desta assessoria remota, realizada pelas entidades parceiras, é o envio periódico de relatórios de assessoria para o monitoramento dos resultados e do desenvolvimento dos empreendimentos.

Este programa teve um papel de destaque em 2011, totalizando 109 empreendimentos assessorados em 19 estados do Brasil (65 empreendimentos em 2010), sendo, portanto, quase o dobro do anterior. Foram 1859 gerando renda, faturando no ano mais de três milhões de reais, que beneficiaram indiretamente 5825 pessoas.

Mapa das Usinas do Trabalho

 

Visualizar Programa Usinas do Trabalho em um mapa maior

Em Setembro do mesmo ano, o Instituto promoveu o II Seminário Nacional Programa Usinas do Trabalho e o I Seminário de Economia Solidária no ABC Paulista, com o objetivo de proporcionar o aprendizado e a troca de experiências entre os empreendimentos e entidades parceiras das diversas regiões do país. Por meio do encontro presencial e troca de experiências podem-se fortalecer vínculos da rede social e aproximar os parceiros institucionais da metodologia e forma de atuação do Consulado.

Após dois anos de atuação voltada para a assessoria com foco na geração de renda e com a consolidação da metodologia de trabalho (2009-2011), os empreendimentos beneficiados no Programa Usinas do Trabalho registraram um incremento de 85% em sua renda média, entre o início e o final do processo de assessoria.

Para outras informações sobre o Programa Usinas do Trabalho, envie um e-mail para usinas@consuladodamulher.org.br

Estas são as instituições parceiras do programa Usinas do Trabalho:

ABRASOL – Associação Banco Regional Ambiental Solidário CECOV – Centro Comunitário de Pescadores e Agricultores da Localidade da Várzea
Aliança Empreendedora CEDITER – Comissão ecumênica dos direitos da terra
AMAJU – Associação Mulheres do Assentamento Juncal Central de Desenvolvimento das Associações de Araci-BA – CDA
AMURV – Associação das Mulheres do Rio Vermelho Congregação das Irmãs da Caridade Dominicanas da Apresentação
APAE -Escola Marumbi- Educação Infantil, Ensino Fundamental / Anos iniciais e Educação Profissional Conselho de Desenvolvimento Comunitário do Riachão
APAEB – Associação de Desenvolvimento Sustentável e Solidário da Região Sisaleira Conselho de Integração Social
APESP – Associação de Pescadores do Pontal COOAAB – Cooperativa de Agricultores de Aguá Boa
APPAPP – Associação de Produtores do Projeto Assentamento Pasto do Planalto COOPERAGIL – Cooperativa de Produção, Comercialização e Serviços PE. Leopoldo Garcia  Garcia
Arco Sertão -Bahia COOPERCUC – Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos Uauá e Curaçá
Artscariri – Associação das Mulheres Artesãs Solidárias do Cariri Paraibano COOPEREDE – Cooperativa Rede de Produtoras da Bahia
ASPLANDE – Associação e Planejamento para o Desenvolvimento COPERAV – Cooperativa dos Produtores Orgânicos de Reforma Agrária de Viamão
Associação Comitê Elos da Cidadania dos Funcionários do Banco do Brasil e Amigos ETHOS – Assessoria Consultoria e Capacitação em Desenvolvimento Local Sustentável
Associação Comunitária da Fazenda Barreira do Tubarão Fundação Brasil Cidadão para Educação, Cultura e Tecnologia – FBC
Associação Comunitária dos Amigos do Centro São João de Deus Fundação Santo André (www.fsa.br)
Associação da Rede de Mulheres Produtoras do Pajeú FUNTRAB – Fundação do Trabalho de Mato Grosso do Sul
Associação das Mulheres Lavradoras Unidas do Povoado Lagoa da Baixa ISES – Instituto de Socioeconomia Solidária
Associação de Amigos e Moradores do Bairro Eldorado de Montes Claros (MG) Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp)
Associação de Formação Lua Crescente Lar Fabiano de Cristo
Associação de Mulheres Pescadoras do Iperoba – AMUPI Associação Lua Nova
Associação dos Agricultores Familiares de Lagoa Redonda Movimento de Organização Comunitária (Moc)
Associação dos Amigos e Moradores do Bairro Santos Reis – AMORAS ONG Espaço Cidadania
Associação dos Apicultores do Município de Salgado de São Felix. Prefeitura Municipal de Arapiraca
Associação dos Artesãos de Palmópolis Prefeitura Municipal de Colider
Associação dos Produtores de Mandioca do Território da Borborema Prefeitura Municipal de Osasco
Associação para o Desenvolvimento da Agricultura Familiar do Alto Xingu. Rede Bragantina
Associação Regional da Escola Família Agrícola do Sertão SASOP – Serviço de Assistência a Organizações Populares Rurais
Associação Saúde Criança Reconquistar Sindicato de José de Freitas (PI)
Associação Sol Nascente UNICAFES – União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidaria do Estado da Bahia
Broto Brasilis Associação para o Ecodesenvolvimento Unisol – Cental de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil
Cáritas Diocesana de Lages