#minhasdelicias

Minhas Delícias em…Nunca é tarde para realizar

Meu trabalho representa acreditar nos sonhos, porque não tem idade  que impeça. Nunca deixe de sonhar!

O sorriso simpático é a marca registrada de Sônia, que fala com muito orgulho do negócio que começou em Rio Claro, interior de São Paulo. Minhas Delícias, o empreendimento que nasceu como um sonho hoje ganha forma e conquista o paladar de quem experimenta os quitutes da empreendedora. O gosto pela gastronomia foi algo novo, no qual dedicou muito aprendizado, testes e apoio da família. “Eu tenho uma família grande e muito festeira. Eu não cozinhava nada, as minhas irmãs que cozinhavam e eu costurava”, conta Sônia. Quando o filho fechou a loja que tinha e precisou de ajuda, ela não pensou duas vezes e decidiu começar a fazer tortinhas para vender na igreja. O início de um negócio rentável, mas um pouco menos do que ela tinha em mente. “Eu achei que ia começar a vender e ganhar um rio de dinheiro logo de cara, doce ilusão!”, conta a empreendedora. “Mas foi o começo pra tudo e peguei um amor tremendo, inclusive, hoje em dia, minhas irmãs compram meus produtos”, lembra-se sorrindo.  

Criar um negócio do zero, aprender a cozinhar e se tornar conhecida não é uma tarefa fácil, mas de tortinha em tortinha, Sônia provou que podia. Aos 67 anos sabe bem que pode fazer acontecer. “Hoje eu vejo que a minha idade não é barreira para nada, eu estou empenhada em crescer e sei que sou capaz. Tenho saúde, tenho vontade e capacidade”, orgulha-se Sônia.

Quem é de Rio Claro ou os visitantes que estão passando pela cidade têm o privilégio de contar com as delícias da Sônia que incluem: tortinhas, bolos, cocadas, baguetes recheadas, pães e tortas. Com ela não tem tempo ruim, o que os clientes pedem ela está pronta para fazer. O sucesso é tanto que a Revista JC Magazine a escolheu para sair em uma matéria sobre empreendedorismo após os 50 anos e ela fez bonito com o visual e a preparação da mesa para as fotos. 

O empreendedorismo na vida de Sônia apareceu pela vontade de fazer alguma coisa diferente, ela queria trabalhar e poder ter o próprio dinheiro. “Eu estou me sentindo tão bem. Ter o meu negócio me ajudou muito. Acredito que faz parte da gente aprender a se valorizar”, explica ela. 

Os planos de expansão já tem data para acontecer, a empreendedora pretende fazer uma reforma geral na edícula que tem em casa e deixar o espaço preparado especialmente para o negócio. Com a rotina acelerada e as produções a todo vapor, Sônia não pode deixar de contar com o apoio familiar, os 4 filhos e 8 netos além de amar as comidinhas, também estão apostos para o que der e vier. O Kauan que o diga! O neto de 12 anos que às vezes vai passar um tempinho com a avó, ajuda a dar aquela amassada na massa, picar uns tomates e auxilia no que mais a vovó precisar. Um fofo! 

Ficou com vontade de experimentar? Então, já sabe! Se der aquela passadinha por Rio Claro, não deixe de encomendar umas delícias especiais da Sônia.

Relação com o Consulado

Sônia conheceu o Consulado da Mulher através do Coletivo Feira das Pretas, uma rede de fortalecimento de mulheres negras empreendedoras de Rio Claro. No início, imaginou que fosse aprender novas receitas para incrementar o seu negócio, mas viu que o Consulado chegou para mostrar como fazer toda a gestão do empreendimento e dar aquela força em questões como marketing, sustentabilidade do negócio e trazer a tão sonhada autonomia financeira.

O caminho não foi e ainda não é fácil. Todo dia é um novo aprendizado, uma nova dificuldade para chegar até a conquista de bons frutos. “Quando entrei no Consulado, a maior dificuldade mesmo foi a informática, eu não sabia nem ligar o notebook, então eu dei o maior trabalho pra netos, nora, filhos e todo mundo aqui em casa. Até hoje eu tenho dificuldades, mas foi um avanço tremendo para mim”, recorda-se ela. 

E que esse avanço seja constante e traga muito mais crescimento!

Visite a página da empreendedora no instagram. Clique aqui!