Blog

O Salto de Lucia


“Antes eu vendia cerca de 4 ovos por Páscoa, depois da passagem do Consulado da Mulher pela minha vida eu vendo mais de 100!”

Antes do seu encontro com o Consulado da Mulher, Lucia Batista, a protagonista dessa história, já comercializava os seus doces e salgados há 15 anos. A empreendedora, assessorada até 2017, já sabia que faltavam alguns empurrõezinhos para que o seu negócio vingasse e, com o apoio do Consulado, nos últimos dois anos conseguiu descobrir quais.

Lucia só se tornou a principal responsável pela renda familiar de sua casa quando o seu marido precisou ser afastado do emprego por um problema de saúde. Ela lembra que antes disso preparava bolos para os seus três filhos e amigos só por diversão e puro gosto, entretanto, com o ocorrido, a sua situação financeira virou de ponta cabeça e ela sentiu que aquele era o momento de colocar a mão literalmente na massa.

“Nesse mesmo dia eu vi uma receita no Programa da Ana Maria Braga de esfiha e, por coincidência, todos os ingredientes usados eram coisas que eu já tinha na minha casa. Fiz 11 esfihas e vendi todas, cada uma por um real”. Os 11 reais ganhos em sua primeira venda foram utilizados para a compra de mais ingredientes para outra produção e desse dia em diante os “Mimos de Lucia” tornaram-se a principal renda de sua família.

15 anos após essa primeira venda, ela conheceu, por indicação de sua sobrinha, o processo de seleção de novas empreendedoras. Se inscreveu e como já sabemos foi uma das mulheres aprovadas, ganhando não apenas os eletrodomésticos que faltavam para a sua produção, mas também dois anos de assessoria direta que, segundo ela, foi o ponto que mais fez diferença para a sua trajetória.

Quando questionada sobre o porquê acreditar que o Consulado da Mulher seja o empurrãozinho que faltava em sua vida profissional, Lucia tenta ser bem clara citando valores e números, “Assim que eu comecei a fazer as assessorias se eu vendesse mil reais ao mês eu já achava muito, mas na última vez que me reuni com os educadores sociais o meu rendimento mensal era de praticamente 6 mil, é um salto bem grande”.

Hoje, tanto tempo depois de suas primeiras esfihas, a empreendedora e o marido trabalham juntos no Mimos De Lucia que por sinal não para de crescer.

O salto de Lucia não ocorreu porque ela passou a se dedicar mais ou menos ao seu negócio, aliás, a palavra dedicação é algo que nunca faltou em sua cozinha. O que faltava em sua vida era a profissionalização, confiança e empoderamento. Acredite… Essas características tem o poder de mudar vidas.

Você pode conhecer mais sobre o trabalho de Lucia em sua página no facebook, clique aqui e não deixe de curtir!

    

Comments

comments

Comentários

Name*

Email* (never published)

Website