Blog

Dia do Empreendedorismo Feminino: Compre dElas


Em 19 de novembro comemoramos o Dia Mundial do Empreendedorismo Feminino, que tem como objetivo ampliar as oportunidades de mulheres de todo o mundo. Você se lembra quando foi a última vez que consumiu o trabalho de uma mulher? Você apoia a sua amiga empreendedora? Quando falamos de empreendedorismo qual é o primeiro nome que passa na sua cabeça? 

Dados do Sebrae apontam que o número de empreendedoras que também são “chefes” de seus lares aumentou entre 2017 e 2019. Aparecendo principalmente no mercado de alimentação, beleza e moda, elas representam 48% dos microempreendedores individuais (MEI) do Brasil. 

Na foto: Carolini, empreendedora assessorada em Joinville até 2019.

Quem nunca soltou ou escutou uma fala super glamourizada sobre empreender? Entretanto em um país como o nosso, onde as desigualdades de renda, raça e gênero são tão gritantes, não podemos esquecer as dificuldades existentes por trás disso.

Trabalhos como o do Consulado da Mulher, por exemplo, existem para auxiliar na diminuição dessas desigualdades. Desde 2002, o Instituto idealizado pela Consul, marca de eletrodomésticos mais presentes nos lares brasileiros, busca a transformação social por meio do incentivo ao empreendedorismo feminino, qualificando mulheres que já empreendem e as auxiliando durante a profissionalização de seus negócios.

Assessoria com o empreendimento Sonho Meu, no Acre – 2019.

“As mulheres têm uma contribuição imprescindível no desenvolvimento da economia e da sociedade. Reconhecemos e fortalecemos empreendedoras, oferecendo a elas uma assessoria focada na ampliação e consolidação de seus pequenos negócios. O empreendedorismo feminino não apenas garante a autonomia, mas traz um impacto muito positivo para as famílias e comunidades”, conta Leda Böger, Diretora do Consulado da Mulher.

Em 18 anos de história o Consulado da Mulher já beneficiou diretamente mais de 35 mil mulheres como a Dona Arlene, empreendedora assessorada em Manaus que recebeu acompanhamento entre 2017 e 2019 e neste período viu sua renda aumentar 65%, conseguiu colocar seu filho mais novo em uma escola particular e hoje emprega 5 pessoas da sua região. 

Conheça o nosso mapa de empreendedoras: #CompredElas

Comments

comments

Comentários

Name*

Email* (never published)

Website