Blog

Consulado da Mulher apoia empreendedorismo feminino em Juruti – PA


Empreendedoras com renda familiar inferior a um salário mínimo por pessoa terão a oportunidade de se qualificarem e fazer seus negócios ganharem um melhor desempenho. Parte da equipe técnica do Instituto Consulado da Mulher, ação social da marca Consul, esteve em Juruti (PA) e realizou a primeira formação de multiplicadoras do projeto “Dona’s”. A proposta é apoiar e empoderar as mulheres empreendedoras da região. 

Com 18 anos de atuação em todo o território nacional, o Consulado da Mulher já beneficiou mais de 35 mil pessoas. Em Juruti, o projeto será coordenado pelo Instituto Juruti Sustentável (IJUS), com apoio do Instituto Alcoa, um dos principais aliados no desenvolvimento de ações em conjunto com o IJUS.

Agora, pela primeira vez o IJUS firma parceria direta com o Consulado da Mulher e inicia os trabalhos conjuntos com entusiasmo. “A parceria com o Consulado da Mulher vem consolidar as cadeias produtivas locais, fomentando o empreendedorismo. As mulheres poderão desenvolver suas atividades com qualidade e aumentar sua renda”, afirmou Gilza Amaral, Diretora Social do IJUS. “Isso é permitir que a mulher seja protagonista, dona da sua própria história. Isso é desenvolvimento sustentável”, complementou. 

Erica Zanotti, Gerente de Programas Socias do Consulado da Mulher, esteve em Juruti coordenando a equipe formativa de multiplicadores e compartilhou sua visão sobre como pode contribuir com o empoderamento feminino. “Quero trabalhar com aquela mulher que ainda está bem no começo. Chamo de pequenas empreendedoras ou nano empreendedoras. Construímos a metodologia de uma forma democrática. Você pode ter ou não escolaridade, gostar ou não de aprender. É pra aprender na prática. É pra todas as pessoas!” destacou Erica.

Fases do projeto:

1 – Inscrições: de 27 de fevereiro a 15 de março;

2 – Seleção de Empreendedoras:  Características empreendedoras, Mulher e Trabalho, CANVAS e Planejamento Estratégico;  

3- Assessoria: Plano de Ação. Conteúdos:  Finanças, Marketing e Vendas, Pessoas, Gênero e Sustentabilidade;  

4- Consultoria: Atendimento sob demanda.

Resultados concretos 

Em 2018, este mesmo formato de projeto foi desenvolvido em São Luís – MA, onde também há atuação do Instituto Alcoa. Resultados em números: 

70 pessoas participaram das capacitações em empreendedorismo e plano de negócios;

27 negócios passaram das bancas e seguiram sendo assessorados por outros 10 meses;

359 pessoas foram beneficiadas direta e indiretamente; 

102% de aumento no faturamento das beneficiárias em 10 meses.  

Monica Espadaro, gerente de projetos do Instituto Alcoa, pontuou a importância deste projeto entendendo a realidade local “Encontrar caminhos de incentivar o empreendedorismo para a população é uma atitude fundamental para o desenvolvimento sustentável de um território. De acordo com dados do IBGE, o município de Juruti tem muitos desafios relacionados à trabalho e renda da população: somente 10,5% da população ocupada e 48,5% da população possui rendimento nominal mensal per capita de até 1/2 salário mínimo. Neste sentido, promover uma iniciativa de estímulo ao empreendedorismo e geração de renda é essencial para o município.” Afirmou Monica. Ela ainda destaca “Os desafios diante das desigualdades de renda no país ainda são latentes e, portanto, atuar nesta frente se apresenta como uma demanda real e concreta da sociedade brasileira, a fim de minimizar diversas outras desigualdades, em busca de mais qualidade de vida para a população, em especial para as mulheres”. 

Comments

comments

Comentários

Name*

Email* (never published)

Website