Blog

Cidade de Apucarana agora é palco de um empreendimento assessorado pelo Consulado da Mulher


Foi nesta terça-feira (27) a inauguração do empreendimento Rede Mulher de Gastronomia, assessorado desde 2017 pelo Consulado da Mulher, no novo espaço de comercialização da Rede de Mulheres Solidárias – um projeto da Secretaria da Mulher e Assuntos da Família do município de Apucarana (PR).

O foco principal desta ação de Economia Solidária e Protagonismo Feminino é auxiliar no desenvolvimento de diferentes empreendimentos, incluindo o ramo da culinária.

Por já ser parte da vertente gastronômica do Projeto, a Rede Mulher de Gastronomia destinou parte do recurso ganho durante a sua participação da 5ª edição do Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo Feminino para adaptar, de acordo com as suas necessidades, o espaço cedido.

Em seu novo ponto de comércio, localizado na Praça Interventor Manoel Ribas, no centro de Apucarana, as empreendedoras assessoradas oferecerão ao seu público um cardápio bem diverso, que promete agradar até mesmo os consumidores fitness. Agora, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 19 horas, quem passar pela Praça poderá se deliciar com as delícias desse grupo.

“Para o Consulado da Mulher é gratificante estar ao lado de um empreendimento dedicado, que está se desenvolvendo e buscando novos desafios na área de vendas. É gratificante também unir forças com entidades parceiras, engajadas e preocupadas com o desenvolvimento da mulher, assim como a Rede de Mulheres Solidárias que está fazendo a diferença em Apucarana”, disse Cleide Gasparin de Liz, Especialista de Projetos Sociais do Instituto Consulado da Mulher.

Mais sobre a Rede de Mulheres Solidárias

Há quatro anos a Rede de Mulheres Solidárias vem fazendo o seu trabalho com foco na geração de renda, empreendedorismo e valorização de produção e consumo local em Apucarana. Colecionando prêmios para prefeitura da cidade, a Rede, hoje, conta com 490 participantes.

Além da gastronomia o programa tem espaço para ações de outras áreas como artesanatos, confecção, tricô, bordados, crochê, pintura, artes visuais, animação de festas, designs gráficos, estética e beleza.

A iniciativa também possui como instituição parceira o Centro de Apoio Social ao Adolescente (C.A.S.A) que permite que as empreendedoras assessoradas utilizem sua cozinha para parte do preparo de seus produtos.

“Só temos a agradecer o Consulado da Mulher, Ação Social da Consul, por selecionar nosso projeto e ser nossa parceira, apoiando e fomentando a iniciativa”, afirmou Bete Berton, coordenadora do Projeto.

(Foto: Reprodução/Edson Denobi)

 

Comments

comments

Comentários

Name*

Email* (never published)

Website