Últimas Notícias

Qual a diferença entre o Prêmio Consulado da Mulher e as Inscrições para empreendedoras?

O Consulado da Mulher possui duas frentes de atuação: a seleção de empreendedoras e o Prêmio Consulado da Mulher, mas você deve estar se perguntando “Qual a diferença entre os dois? Em qual devo me inscrever?”.

A Seleção de Empreendedoras é para:

  • Mulheres maiores de 18 anos que cozinham (doces, salgados etc) e vendem ou já venderam para fora. Além disso, devem residir  no Distrito de Vila Prudente (SP), Distrito de São Miguel Paulista (SP), Rio Claro (SP), Joinville (SC) ou Manaus (AM).
  • A renda máxima de até 1 (um) salário mínimo, por pessoa da família.

Inscreva-se aqui: www.consuladodamulher.org.br/inscricoes

Já para o Prêmio Consulado da Mulher, os critérios são:

  • Ser um empreendimento coletivo com, pelo menos, 70% de mulheres na composição do grupo e possuir liderança feminina.
  • O grupo deve possuir mínimo de 1 (um) ano de existência, infraestrutura própria, perspectiva de crescimento e de formalização.
  • Pelo menos 70% do grupo com renda máxima de até 1 (um) salário mínimo, por pessoa da família.
  • Ser inscritos por uma entidade inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) sem fins lucrativos que atue junto ao grupo.

Inscreva-se aqui: www.consuladodamulher.org.br/premio2017

Veja em qual se enquadra e mande sua ficha de inscrição. Lembre-se que prazo para os dois processos é 31/03. Em caso de dúvidas, envie um e-mail para comunicacao@consuladodamulher.org.br.

Compartilhe em suas redes socias! 😉

#consuladodamulher #premioconsuladodamulher #reconhecendoeapoiandomulheres

As inscrições para empreendedoras estão abertas!

Você cozinha e já vendeu para fora? O que acha de uma forcinha do Consulado da Mulher para aumentar sua renda?

Se você tem dúvidas de quanto vale uma hora do seu trabalho, como calcular o preço do produto que você faz ou como vender mais, o Consulado da Mulher, ação social da marca Consul, pode te ajudar!

Queremos apoiar mulheres que amam cozinhar e querem ganhar mais com isso. Assista abaixo ao vídeo da Luciane Gonçalves (Crepe Colorado), empreendedora de São Paulo, e da Daiana Maria Campos Mar (Império do Sabor), empreendedora de Manaus, ambas assessoradas pelo Consulado da Mulher:  

   

COMO É O PROCESSO?

Apenas as mulheres que preencherem a ficha de inscrição até 31 de março participarão do processo.

Em abril, inicia-se a pré-seleção das inscritas, conforme o perfil empreendedor e sócio-econômico.

Elas são chamadas para uma primeira conversa pessoal e, em seguida, passam, gratuitamente, por formações básicas de empreendedorismo + construção de plano de negócios simplificado com a equipe do Consulado da Mulher em local a definir.

A terceira fase do processo é a construção e apresentação do plano para uma banca empreendedora, que dará feedback e ideias sobre o negócio.

Aquelas que chegarem até o final destas etapas, receberão assessoria do Consulado da Mulher por 2 anos, com base no plano de negócios criado e na metodologia de gestão de empreendimento popular do Instituto.

COMO FUNCIONA A ASSESSORIA?

A assessoria consiste em disponibilizar educadores sociais para:

  1. a) Treinar e capacitar as empreendedoras em temas de gestão administrativa e financeira, marketing, vendas, pessoas, formalização, sustentabilidade e gênero;
  2. b) Acompanhar e orientar direta ou remotamente as empreendedoras na condução do seu negócio na busca por novas demandas e melhoria dos processos e produtos.
  3. c) A exclusivo critério do Consulado da Mulher, a assessoria poderá ser complementada com a doação de eletrodomésticos da marca Consul, desde que o empreendimento apresente necessidade e/ou demonstre indicadores positivos de desenvolvimento.
  4. d) Esta assessoria tem um período determinado de dois anos.

QUAIS SÃO OS CRITÉRIOS PARA PARTICIPAR?

Para participar do processo, basta estar dentro dos seguintes requisitos:

*Regiões contempladas: São Paulo: São Miguel Paulista e Vila Prudente | Rio Claro, Joinville e Manaus: cidade toda

COMO ME INSCREVO?

Baixe, imprima e preencha sua ficha de inscrição.

ONDE ENTREGO A FICHA?

POR CORREIO:

São Paulo – Rua Olympia Semeraro, 675 – Jd. Santa Emília – São Paulo – CEP 04183-090

Rio Claro – Avenida 80 A, 777, Distrito Industrial – CEP 13506-095

Joinville – Rua Dona Francisca, 7.173, Zona Industrial Norte – CEP 89219-600

Manaus – Rua Torquato Tapajós,7500 – Bairro Colônia Terra Nova – CEP – 69048-660

POR E-MAIL (tire foto ou escaneie a ficha de inscrição e envie):

São Paulo e Rio Claro – kelly@consuladodamulher.org.br

Joinville – dalfovo@consuladodamulher.org.br

Manaus – katia@consuladodamulher.org.br

AINDA TENHO DÚVIDAS!

Caso ainda tenha dúvidas, ligue para (11) 3566-1329.

Desafio acadêmico dará R$10 mil à foto que melhor representar a luta das mulheres pelo empoderamento feminino

Todos os dias milhões de mulheres travam uma verdadeira batalha em busca da equidade e da igualdade de gêneros, visando conceder ao público feminino, o poder de participação social, política, econômica, bem como em todas as demais esferas que compõem a vida em sociedade.

Em prol dessa causa, a startup Mucca está lançando o PhotoChallenge, um desafio acadêmico, de cunho artístico, que premiará com R$10 mil a fotografia que melhor representar a luta pelo Empoderamento Feminino.

As fotos enviadas serão avaliadas e julgadas por uma comissão interdisciplinar composta por fotógrafos, jornalistas e estudiosos da área, levando em consideração critérios como originalidade, criatividade e adaptação ao tema.

SOBRE A PREMIAÇÃO
O concurso dará $10 mil à fotografia que melhor representar o tema do Empoderamento Feminino. Sendo R$5 mil para o autor(a) da foto e R$5 mil doados a uma das ONGs defensoras da causa, conforme a escolha do(a) vencedor(a).

INSCRIÇÕES
As inscrições para o PhotoChallenge 2017 vão de 01/03/2017 a 31/06/2017 e devem ser feitas exclusivamente pela internet, na página oficial do concurso. Para mais informações, clique aqui e consulte o regulamento.

 

“Consulado da Mulher – confira as matérias na Record News e Globo”

O mês de setembro foi repleto de emoções, celebramos a conquista dos 10 grupos de mulheres com muita força e atitude no Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo 2016,

o Instituto Ressoar – Record News, nosso parceiro esteve presente e registrou os melhores momentos. As empreendedoras de São Paulo prepararam com muito carinho o coquetel e doces para nossas vencedoras e todos os convidados.

Ainda na matéria, conheça as histórias de Lúcia do empreendimento “Mimos de Lúcia” e as sócias Sandra e Cristina do “Jera Alimentação Saudável”.    

No mês de novembro, a história de Lúcia Batista também foi apresentada na TV Globo – Programa Como Será? na companhia da Coordenadora de Programas Sociais Kelly Silva.

4° Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo Feminino

picture1

Arthur Azevedo entrega o Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo Feminino para Maria Valdeci de Moraes e Alessandra Possebom, representantes do Grupo de Mulheres Mães da Terra

picture2

Cleociana Figueira, representante da Assossiação das Mulheres Agricultoras Rurais, recebe o Prêmio.

picture3

Apulata Waurá, representante das índias da Tribo Waurá, que hoje produzem e vendem pimentas em pó, agradece, em sua língua nativa o Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo Feminino.

 

Na 4a edição do Prêmio Consulado da Mulher de Empreendedorismo Feminino, representantes de 10 empreendimentos vencedores estiveram reunidas para receber merecida homenagem e celebrar o início de um novo ciclo.

Consulado da Mulher vira notícia durante a Virada Sustentável de Manaus

Elenice Lacerda, Katia Barreto e Gielyzandra Cruz foram as responsáveis pelas atividades do Consulado da Mulher durante a Virada Sustentável Manaus 2016

Elenice Lacerda, Katia Barreto e Gielyzandra Cruz foram as responsáveis pelas atividades do Consulado da Mulher durante a Virada Sustentável Manaus 2016

Durante os dias 9 e 10 de julho o Consulado da Mulher participou da Virada Sustentável Manaus 2016.  Abrimos nossa participação no sábado (9), com uma roda de conversa sobre “Empoderamento Feminino e Sustentabilidade”. O bate-papo foi organizado em parceria com a Whirlpool e contou com a presença do Secretário de Estado do Trabalho, André Encarnação, da Superintendente Regional do Trabalho do Amazonas, Marcia Kristina Amazonas e do Superintendente Geral da Fundação Amazonas Sustentável, Virgilio Vianna; além de Leda Boger, Diretora Executiva do Instituto Consulado da Mulher e Armando Ennes, Vice-Presidente de Novos Negócios, Relações Institucionais, Comunicação e Sustentabilidade da Whirlpool.

Whirlpool Latin America se associa ao Movimento Mulher 360

whirlpool-boletim-2Principal mantenedora do Instituto Consulado da Mulher, a Whirlpool Latin America, agora faz parte do Movimento Mulher 360, criado em 2011 por iniciativa do Wallmart e que em 2015 se tornou uma grande associação sem fins lucrativos que conta com a participação de outras grandes empresas como Bombril, Cargill, Coca-Cola, DelRio, Diageo, Johnson&Johnson, Natura, Nestlé, Pepsico, Santander e Unilever.